Última hora
This content is not available in your region

Cidadãos de Istambul regressam às urnas

euronews_icons_loading
Cidadãos de Istambul regressam às urnas
Tamanho do texto Aa Aa

Os residentes de Istambul regressaram este domingo às urnas numa repetição do escrutíneo realizado em março passado e anulado pelo governo devido a alegações de irregularidades.

O presidente do país, Recep Taypp Erdogan votou durante a manhã.

Em março o escrutíneo foi ganho pelo candidato da oposição, Ekrem Imamoglu, do Partido Republicano Popular.

Para muitos eleitores é fundamental que as leis sejam cumpridas.

"Esta segunda eleição, penso que vai resolver a maior parte dos problemas ao nível social, político e ético", afirma Gokturk Uyan, um residente e eleitor de Istambul; para outros contudo, a decisão da Comissão Eleitoral de anular o primeiro escrutíneo foi errada.

"Todos se oposeram à decisão da Comissão Eleitoral de repetir as eleições. Ninguém pensou que fosse normal. Espero que esta eleição decorra dentro das leis", afirma Varol Oncer, arquiteto e eleitor em Istambul.

O partido no poder é representado por Binali Yildirim, um aliado do presidente Erdogan.

Ekrem Imamoglu, do Partido Republicano Popular (CHP), representa a oposição. Antes, Imamoglu descreveu a anulação do primeiro escrutíneo como um golpe contra a demcoracia.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.