A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Papagaios-do-mar multiplicam-se em número recorde

Papagaios-do-mar multiplicam-se em número recorde
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os papagaios-do-mar, com bicos coloridos e altamente sociáveis, são uma das aves marinhas mais conhecidas de Nova Inglaterra. O Maine é o único estado dos Estados Unidos onde estas aves se reproduzem e fazem-no em locais de difícil acesso, como o Refúgio Nacional de Vida Selvagem de Seal Island, no Golfo do Maine.

A organização para a conservação da natureza, National Audubon Society, diz que estas aves estão prestes a estabelecer um recorde relativo ao número de casais. Em 2018, contaram-se 750 pares que passaram pela fase da corte e estão prontos a acasalar. Este ano, o número deve aumentar.

"As pessoas gostam muito de papagaios-do-mar porque são animais adoráveis. São muito fofinhos e gostam de descansar. Acredito que isto atrai as pessoas, porque não se limitam a entrar e a sair ou a ficar no ninho. Saem juntos e socializam o que é algo muito interessante de se ver."
Sarah Guitart
Supervisora Seal Island

Existem, aproximadamente, 1300 casais de papagaios-do-mar no Maine e são considerados uma espécie vulnerável pela União Internacional para a Conservação da Natureza.

Estas aves estão a prosperar devido a múltiplos fatores, um deles é a abundância de peixes mais adequados à sua alimentação, como a pescada e o arenque.

O Northeast Canyons e o Seamounts Marine National Monument compõem uma vasta zona de montanhas submarinas. Barack Obama transformou-a em monumento marinho em 2016, o primeiro no Atlântico.

Serve para proteger ecossistemas fragilizados e os ambientalistas defendem que esta zona é fundamental para a sobrevivência dos papagaios-do-mar.