Última hora
This content is not available in your region

Bahamas em ruínas após passagem do furacão Dorian

euronews_icons_loading
Bahamas em ruínas após passagem do furacão Dorian
Tamanho do texto Aa Aa

Completamente em ruínas, foi como ficaram partes das Bahamas após a passagem do Furacão Dorian.

Um vídeo aéreo gravado na ilha de Grande Ábaco mostra a extensão da catástrofe.

Quilómetros e quilómetros de bairros inundados, prédios pulverizados, barcos virados ao contrário e contentores espalhados como peças de Lego.

As autoridades disseram que esperam mais do que as sete mortes já confirmadas.

A Cruz Vermelha prepara-se para o que identifica como uma "situação complicada e difícil" no terreno.

"A nossa prioridade, agora, é enviar uma equipa para o terreno e avaliar a nossa capacidade de estabelecer as operações, e poder prestar a assistência que as pessoas precisam," revelou o Coordenador de Gestão de Desastres da Cruz Vermelha Internacional, Raphael Hamoir.

Cerca de 13.000 casas nas Bahamas podem ter sido destruídas ou severamente danificadas pela maior tempestade, de sempre, a atingir o arquipélago. Mais de 60 mil pessoas necessitam de assistência alimentar.

Um único post no Facebook, do meio de comunicação local Our News Bahamas, convidando a indicar os nomes de pessoas desaparecidas, regista mais de 1.800 comentários desde que foi colocado, na terça-feira.