Última hora

Trump diz que conversações de paz com taliban estão "mortas"

Trump diz que conversações de paz com taliban estão "mortas"
Tamanho do texto Aa Aa

Destinadas a colocar fim a quase duas décadas de guerra no Afeganistão, as conversações de paz promovidas pelos EUA com os taliban estão mortas. Palavra de Donald Trump, que garantiu isso mesmo esta segunda-feira.

"Estão mortas. Mortas no que a mim diz respeito. Pensaram que tinham de matar pessoas para estar em melhor posição de negociar. Quando o fizeram, mataram 12 pessoas. Não podem fazer isso comigo. Por isso, as negociações de paz acabaram. Nos últimos quatro dias atingimos mais os talibãs do que em mais de uma década. É assim que será", sublinhou o presidente dos EUA.

O homólogo afegão, Ashraf Ghani, saudou os esforços de Trump e insistiu que as negociações diretas com o Governo têm pré-requisitos: "A paz não é possível sem condições e a negociação sem um cessar-fogo."

Na noite de sábado, o presidente dos EUA anunciou o cancelamento de uma reunião secreta, prevista para domingo, em Camp David, com líderes taliban e do Governo afegão. Os encontros deveriam decorrer separadamente.

Mas a gota de água foi o atentado de quinta-feira em Cabul reivindicado pelos taliban. Ao todo, 11 pessoas morreram, incluindo um soldado americano.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.