EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Começaram os funerais das vítimas do sismo no Afeganistão

Sismo no oeste do Afeganistão
Sismo no oeste do Afeganistão Direitos de autor Omid Haqjoo/AP
Direitos de autor Omid Haqjoo/AP
De  Patricia Tavares
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Equipas de resgate ainda procuram sobreviventes.

PUBLICIDADE

Começaram os funerais das vítimas do sismo do passado sábado no oeste do Afeganistão. Pelo menos duas mil e quatrocentas pessoas morreram no abalo de magnitude 6,3 que foi seguido por várias réplicas. As equipas de resgate ainda estão à procura de sobreviventes debaixo dos escombros, mas os meios são escassos e o acesso às localidades mais remotas é difícil.

As autoridades do país classificaram este sismo como sendo “sem precedentes” e deixaram o alerta que número de mortos vai certamente aumentar. O Crescente Vermelho Afegão conseguiu levar alguma ajuda até ao distrito de Zinda Jan, na província de Herat. Estão a ser distribuídas tendas, assim como água, cobertores, roupas, utensílios de cozinha e alimentos.

Voluntários também montaram um acampamento de emergência na zona para acolher as pessoas desalojadas. Os sismos são frequentes no Afeganistão. Em junho do ano passado, a província de Paktika foi atingida por um terramoto de magnitude 5,9 que matou mais de mil pessoas e deixou dezenas de milhares de desalojados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Novo sismo de 6.3 no Afeganistão dias após um outro que fez mais de mil mortos

Terramoto no Afeganistão pode ter feito 3 mil mortes, dizem autoridades talibãs

Três turistas espanhóis mortos a tiro no Afeganistão