A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Angel di Maria brilha no "arraso" do PSG ao Real Madrid

Angel di Maria brilha no "arraso" do PSG ao Real Madrid
Direitos de autor
Copyright 2019 The Associated Press. All rights reserved - Francois Mori
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Noite de sonho de Angel Di Maria no fecho da primeira jornada da Liga dos Campeões. Com os companheiros de equipa Neymar e Mbappé na bancada, o argentino liderou o Paris Saint-Germain a um triunfo categórico sobre o Real Madrid.

Era um dos jogos cabeças de cartaz desta quarta-feira, a par da visita da Juventus ao Atlético de Madrid, e o argentino ex-Benfica, e que também já representou os "merengues", fez por ficar na história do duelo.

Aos 14 minutos, Di Maria, a cumprir o centésimo jogo em competições europeias, concretizou da melhor forma um ataque envolvente dos parisienses pela esquerda.

Pouco depois da meia hora, o argentino bisou com um remate pronto à entrada da grande área.

Com Zinedine Zidane a mexer no "11" do Real apenas aos 70 minutos, os "merengues" conseguiram criar algumas oportunidades de golo, mas sem eficácia.

Já nos descontos, o defesa belga Thomas Meunier concretizou da melhor forma um rápido contra-ataque construído com o espanhol Juan Bernat.

Na outra partida do Grupo A, o Club Brugge recebeu o Galatasaray. O empate a um golo deixa belgas e turcos empatados na segunda posição.

Na próxima jornada, o PSG visita o "Gala"; o Real Madrid recebe o Club Brugge.

Resistência "luso-grega"

No Grupo B, o vice-campeão europeu abriu esta edição com um empate na Grécia. Diante do Olympiacos, de Pedro Martins, José Sá, Rúben Semedo, e Daniel Podence, o Tottenham até se adiantou no marcador e chegou aos 0-2.

Um golo de Podence e um penálti concretizado pelo francês Mathieu Valbuena selaram o empate.

Na outra partida, o Bayern vincou o estatuto de favorito em Munique. Os bávaros venceram o Estrela Vermelha de Belgrado, por 3-0, e lideram o grupo.

No Grupo C, o líder é o Dínamo de Zagreb. Os croatas receberam e golearam os italianos da Atalanta, por 4-0, marcando mais um golo que os favoritos do grupo.

O Manchester City, com Bernardo Silva e João Cancelo a jogarem apenas no derradeiro quarto de hora, deslocou-se à Ucrânia e venceu, em Kharkiv, o Shakhtar Donetsk, de Luís Castro, por 3-0.

Na próxima jornada, os campeões ingleses recebem o Dínamo de Zagreb; o Shakhtar desloca-se a Itália.

Félix e Ronaldo empatados

No Grupo D, por fim, no outro jogo grande da noite, o Atlético de Madrid, de João Félix, recebeu a Juventus, de Cristiano Ronaldo. Golos? Só na segunda parte.

Os primeiros dois para os italianos e nenhum por Ronaldo. Marcaram o colombiano Cuadrado (um excelente golo, diga-se) e o francês Matuidi.

Os "colchoneros" reagiram quase de imediato. O montenegrino Savic reduziu aos 70 minutos na sequência de um lance estudado de bola parada e o mexicano Hector Herrera, ex-FC Porto, empatou no último minuto do jogo.

O líder do grupo é o Lokomotiv de Moscovo. Com João Mário no "11" e com uma brilhante assistência para o primeiro golo, a equipa russa foi à Alemanha vencer o Bayer Leverkusen, por 1-2.

Na próxima ronda, o Lokomotiv recebe o Atlético de Madrid; o Leverkusen vai a Turim.