Última hora
This content is not available in your region

Angel di Maria brilha no "arraso" do PSG ao Real Madrid

euronews_icons_loading
Angel di Maria brilha no "arraso" do PSG ao Real Madrid
Direitos de autor  Copyright 2019 The Associated Press. All rights reserved   -   Francois Mori
Tamanho do texto Aa Aa

Noite de sonho de Angel Di Maria no fecho da primeira jornada da Liga dos Campeões. Com os companheiros de equipa Neymar e Mbappé na bancada, o argentino liderou o Paris Saint-Germain a um triunfo categórico sobre o Real Madrid.

Era um dos jogos cabeças de cartaz desta quarta-feira, a par da visita da Juventus ao Atlético de Madrid, e o argentino ex-Benfica, e que também já representou os "merengues", fez por ficar na história do duelo.

Aos 14 minutos, Di Maria, a cumprir o centésimo jogo em competições europeias, concretizou da melhor forma um ataque envolvente dos parisienses pela esquerda.

Pouco depois da meia hora, o argentino bisou com um remate pronto à entrada da grande área.

Com Zinedine Zidane a mexer no "11" do Real apenas aos 70 minutos, os "merengues" conseguiram criar algumas oportunidades de golo, mas sem eficácia.

Já nos descontos, o defesa belga Thomas Meunier concretizou da melhor forma um rápido contra-ataque construído com o espanhol Juan Bernat.

Na outra partida do Grupo A, o Club Brugge recebeu o Galatasaray. O empate a um golo deixa belgas e turcos empatados na segunda posição.

Na próxima jornada, o PSG visita o "Gala"; o Real Madrid recebe o Club Brugge.

Resistência "luso-grega"

No Grupo B, o vice-campeão europeu abriu esta edição com um empate na Grécia. Diante do Olympiacos, de Pedro Martins, José Sá, Rúben Semedo, e Daniel Podence, o Tottenham até se adiantou no marcador e chegou aos 0-2.

Um golo de Podence e um penálti concretizado pelo francês Mathieu Valbuena selaram o empate.

Na outra partida, o Bayern vincou o estatuto de favorito em Munique. Os bávaros venceram o Estrela Vermelha de Belgrado, por 3-0, e lideram o grupo.

No Grupo C, o líder é o Dínamo de Zagreb. Os croatas receberam e golearam os italianos da Atalanta, por 4-0, marcando mais um golo que os favoritos do grupo.

O Manchester City, com Bernardo Silva e João Cancelo a jogarem apenas no derradeiro quarto de hora, deslocou-se à Ucrânia e venceu, em Kharkiv, o Shakhtar Donetsk, de Luís Castro, por 3-0.

Na próxima jornada, os campeões ingleses recebem o Dínamo de Zagreb; o Shakhtar desloca-se a Itália.

Félix e Ronaldo empatados

No Grupo D, por fim, no outro jogo grande da noite, o Atlético de Madrid, de João Félix, recebeu a Juventus, de Cristiano Ronaldo. Golos? Só na segunda parte.

Os primeiros dois para os italianos e nenhum por Ronaldo. Marcaram o colombiano Cuadrado (um excelente golo, diga-se) e o francês Matuidi.

Os "colchoneros" reagiram quase de imediato. O montenegrino Savic reduziu aos 70 minutos na sequência de um lance estudado de bola parada e o mexicano Hector Herrera, ex-FC Porto, empatou no último minuto do jogo.

O líder do grupo é o Lokomotiv de Moscovo. Com João Mário no "11" e com uma brilhante assistência para o primeiro golo, a equipa russa foi à Alemanha vencer o Bayer Leverkusen, por 1-2.

Na próxima ronda, o Lokomotiv recebe o Atlético de Madrid; o Leverkusen vai a Turim.