Última hora

Donald Trump desmente presidente iraniano sobre negociações

Donald Trump desmente presidente iraniano sobre negociações
Tamanho do texto Aa Aa

O irão conta uma historia, os EUA contam outra. Numa conferência de imprensa ao início do dia, Hassan Rouhani, o presidente do Irão, afirmou que os EUA estavam dispostos a retirar as sanções sobre o Irão em troca de um novo acordo.

"A chanceler da Alemanha, o primeiro-ministro da Reino Unido e o presidente da França estavam lá. Todos insistiram num reunião entre todos nós. Disseram que os EUA estavam a dizer que iria suspender as sanções. Outra questão em discussão era quais seriam as sanções. Os EUA declararam claramente que nós, Irão, suspenderíamos todas as sanções", declarou

Casa Branca desmente, no twitter

Mas afinal, a história não é bem assim para Donald Trump. Depois destas declarações, o presidente norte-americano esclareceu no twitter que o Irão é que se ofereceu para retirar as sanções depois de novas conversações e não os EUA.

Os dois governos não concordam numa série de questões, incluindo a retirada dos EUA do acordo nuclear com o Irão de 2015, as acusações da Casa Branca - negadas por Teerão - de que o governo de Rhoani tinha atacado duas instalações de petróleo sauditas em setembro, e, ainda, a detenção de cidadãos norte-americanos feita pelo Irão.

As sanções tem tido impacto na economia iraniana, aumento da inflação. desvolorização da moeda e descida das receitas do petróleo.

Enquanto os dois países não se entendem, a aliada dos EUA, Arábia Saudita pede "pressão máxima" contra o Irão, país que Riade responsabiliza pelos ataques às instalações de petróleo.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.