Última hora

Grand Slam de Abu Dhabi: três judocas portuguesas afastadas no último dia da prova

Grand Slam de Abu Dhabi: três judocas portuguesas afastadas no último dia da prova
Tamanho do texto Aa Aa

As judocas portuguesas Yahima Ramirez, Patrícia Sampaio e Rochelle Nunes foram eliminadas no sábado, último dia do Grand Slam de Judo de Abu Dhabi, ao primeiro combate.

Yahima Ramirez, em -78 kg, perdeu com a holandesa Marhinde Verkerk, Patrícia Sampaio, também em -78 kg, frente à chinesa Fei Chen e Rochelle Nunes, em +78 kg, diante da lituana Santa Pakenyte, todas por Ippon.

Nove judocas portugueses participaram na prova da capital dos Emirados Árabes Unidos.

Destaca-se a exibição de Catarina Costa, que na quinta-feira, primeiro dia da prova, conquistou a medalha de bronze na categoria de -48 kg, ao vencer a russa Sabina Giliazova, por Waza-ari.

Roy Meyer no seu melhor

Os ânimos estiveram ao rubro na Mubadala Arena, com a actuação superlativa do holandês Roy Meyer, um dos maiores nomes do judo.

Depois de passar tranquilo pelos preliminares, o judoca defrentou o ucraniano Yakiv Khammo na final de +100kg, onde exibiu versatilidade dominando o adversário no tapete e vencendo por Ippon.

"Sabia que, para vencer, tinha que dar tudo e apostar em táticas que fizessem o meu adversário sentir-se menos à vontade. Tenho treinado para me sentir confortável em áreas de desconforto. Gosto muito e tenho treinado muito as técnicas Ne-waza. Lembro-me dos comentários de Sheldon Franco-Rooks e Neil Adams, nos Mundiais, de dizerem que não sou especialista em Ne-waza. Gosto muito deles mas espero que me tenham visto hoje."
Roy Meyer

Coreia do Sul lidera tabela de medalhas

A Coreia do Sul reina absoluta na tabela de medalhas, somando um total de oito: três de ouro, uma de prata e quatro de bronze. A Holanda terminou em segundo lugar, com quatro medalhas, e a Eslovénia em terceiro, com três.

A sul-coreana Mi Jin Han conquistou a sua primeira medalha num Grand Slam, e foi logo de ouro. A judoca reinou absoluta, marcando Ippon atrás de Ippon ao longo de todo o dia.

No combate final em +78kg esperava-a a francesa Anne Fatoumata M Bairo, que atacou cedo com um Kosoto mas levou a resposta da sul-coreana, que contra-atacou com um forte Uchi-mata.

"Estou sempre a perder por Ippon, mas hoje foi a minha vez de marcar muitas vezes Ippon. Consegui simplesmente usar as minhas técnicas de forma natural, pois tenho treinado muito."
Mi Jin Han

Em -100 kg, o sul-coreano Guham Cho sagrou-se campeão ao vencer o azeri Zelym Kotsoiev.

O diretor-executivo da SportAccord, Nis Hatt, entregou a medalha de ouro ao judoca.

Duelo de campeões do Mundo em -90kg

O ex-campeão do mundo Nikoloz Sherazadishvili regressou forte depois da prova em Tóquio e alcançou a sua segunda vitória consecutiva no Grand Slam. O judoca espanhol exibiu de forma graciosa o seu estilo explosivo de judo, derrotando alguns dos melhores judocas da actualidade.

Na meia-final em -90kg, o judoca derrotou o sérvio também ex-campeão do Mundo, Nemanja Majdov, e na final defrentou ainda mais um ex-campeão do mundo, o sul-coreano Donghan Gwak, que derrotou com uma inteligente mudança de tática, após um combate longo e disputado.

O Presidente da Federação de Muay Thai e Kickboxing dos Emirados Árabes Unidos, Abdullah Al Neyadi, condecorou o judoca.

O ouro da Eslovénia

A judoca Klara Apotekar continua em onda de vitórias. Depois de conquistar a vitória no Grande Prémio de Tel Aviv e nos Europeus de Minsk deste ano, a eslovena somou mais uma medalha de ouro ao palmarés ao derrotar a alemã Luise Malzahn, sagrando-se a campeã da categoria de -78kg.

A judoca foi condecorada pelo presidente da Federação de Judo dos Emirados Árabes Unidos, Mohamed Bin Thaloob Al Derai.

O Movimento do Dia

O sul-coreano Sungmin Kim produziu o nosso movimento do dia, na luta pela medalha de bronze da categoria mais pesada de +100 kg.

Sungmin Kim e Iurii Krakovetskii

Um lançamento massivo, que deixou o adversário Iurii Krakovetskii, do Quirguistão, plantado de costas no tatami.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.