Última hora

Incêndios na Califórnia: Fogo está a chegar à cidade de Los Angeles

MB/MOS
MB/MOS
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As chamas continuam a pôr em perigo a vida de milhares de pessoas em Los Angeles, na Califórnia, nos EUA.

O fogo indomável que já consumiu centenas de edifícios e 200 hectares de floresta está agora a chegar à cidade. Em risco, perto da linha do fogo, estão 80 mil casas.

Esta segunda-feira à noite, a zona de Brentwood, área onde vivem muitos famosos, teve de ser evacuada.

Arnold Schwarzenegger, ator e ex-governador do estado da Califórnia, contou pelo Twitter o momento em que foi obrigado a sair da própria casa, e incentivou a todos a cooperarem com as autoridades.

"Deixamos a nossa casa com segurança às 3:30 da manhã. Se estiver numa zona de evacuação, não brinque. Saia. Neste momento sou grato pelos melhores bombeiros do mundo, os verdadeiros heróis da ação que se arriscam a proteger os seus companheiros californianos.", escreveu.

LeBron James também foi obrigado a deixar tudo para trás. No Twitter, a estrela da NBA escreveu que procurava quartos para ele a para a família e que não estava a ter "sorte" com a procura.

"Estes fogos de LA não são brincadeira. Tive que sair de emergência da minha casa e tenho andado de carro com minha família a procurar quartos. Sem sorte até agora!", escreveu Lebron James.

As imagens de satélite mostram a dimensão dos incêndios que invadem o estado californiano. Por precaução, a eletricidade foi cortada durante dias em 980 mil casas. Entretanto, vai ser aberta uma investigação formal sobre a legalidade desta medida.

O vento forte tem sido inimigo no combate ao fogo e os especialistas alertam: A situação pode piorar esta terça-feira.

O #SuomiNPP capturou essas imagens do #KincadeFire em #SonomaCounty, #California em 27 de outubro de 2019 via RGB 4,2,1, que mistura infravermelho, além de dois canais visíveis para mostrar o fogo.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.