Última hora
This content is not available in your region

Congresso dos EUA reconhece genocídio arménio

euronews_icons_loading
Congresso dos EUA reconhece genocídio arménio
Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos juntaram-se à lista de países a reconhecer o genocídio dos arménios pelo Império Otomano, em 1915 e 1916. A Câmara dos Representantes norte-americana aprovou, com 405 votos a favor e apenas 11 contra, a resolução que reconhece este episódio da história como genocídio, enfurecendo a Turquia.

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Ancara, Mevlüt Çavuşoğlu, disse que esta decisão era "nula e vazia".

A Turquia continua a não reconhecer como genocídio a morte de centenas de milhares de arménios, expulsos da Anatólia Oriental para o deserto da Síria durante a I Guerra Mundial. A maior parte foi morta ou morreu à fome.