Última hora
This content is not available in your region

Greta Thunberg personalidade do ano da "Time"

euronews_icons_loading
Greta Thunberg personalidade do ano da "Time"
Direitos de autor  Reuters
Tamanho do texto Aa Aa

Greta Thunberg foi eleita pela revista "Time" personalidade do ano. Uma distinção, a primeira da publicação atribuída a alguém tão jovem, anunciada no dia em que a ativista sueca, em defesa do clima, falou na COP25 e lançou acusações aos líderes mundiais de inação e de falharem os compromissos firmados:

"Encontrar soluções holísticas deveria ser o objetivo da COP, mas parece que se transformou numa oportunidade para os países negociarem formas de fugir às regras e evitarem medidas mais ambiciosas. Os países estão a encontrar maneiras inteligentes de evitar ações reais, como duplicar as reduções de emissões e transferir suas emissões para o exterior, estão a voltar a atrás nas promessas de aumentar a ambição ambiental ou recusam-se a pagar pelas soluções, perdas e danos. Isso tem que parar", afirmou a jovem de 16 anos.

"Não podemos continuar a viver como se não houvesse amanhã, porque há um amanhã".
Greta Thunberg
Ativista pelo clima

Aos média dos EUA o editor-chefe da "Time" explicou a escolha dizendo que Greta Thunberg "se tornou a maior voz do maior problema que o planeta enfrenta este ano", uma ilustre desconhecida que "lidera um movimento mundial".

Greta Thunberg, que já tinha dito que não é de distinções que o ambiente precisa, já falou sobre a escolha da "Time" dizendo-se "muito surpreendida" pela nomeação e acrescentando que não devia ser a única nomeada, que a pessoa do ano, deveriam ser todos os que participam no movimento das sextas-feiras pelo clima.