Última hora
This content is not available in your region

Grevistas envolvem-se em confrontos com polícia francesa

euronews_icons_loading
Grevistas envolvem-se em confrontos com polícia francesa
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

De nada valeram os apelos de Emmanuel Macron a uma trégua de Natal. Na manhã desta segunda-feira, o metro de Paris foi tomado de assalto por sindicalistas e grevistas em protesto contra a reforma do sistema de pensões.

A paragem da Gare de Lyon, na linha 1 do metro, foi palco de confrontos com a polícia. Com funcionamento automático, é a única linha em que se faz a circulação em período de greve.

A manifestação prosseguiu, mais tarde, no exterior da gare, ao 19º dia consecutivo de paragem.

Na empresa de caminhos-de-ferro SNCF, a mobilização parece estar em baixa com uma taxa de adesão de 9,2% contra os 55% do primeiro dia do movimento, mas com um número significativo de condutores parados.

Entre os passageiros, nem todos se deixam contagiar pelo espírito solidário da época e apontam o dedo aos manifestantes.

As negociações da semana passada entre governo e sindicatos terminaram sem fumo branco.

O governo tenta mostrar abertura, mas até ao momento está longe de um consenso.