Última hora
This content is not available in your region

Condenado médico que diz ter criado bebés geneticamente modificados

Condenado médico que diz ter criado bebés geneticamente modificados
Direitos de autor
Copyright 2018 The Associated Press. All rights reserved - Mark Schiefelbein
Tamanho do texto Aa Aa

O médico chinês que diz ter criado os primeiros bebés geneticamente modificados foi condenado a três anos de prisão.

No ano passado He Jiankui anunciou ao mundo algo nunca antes feito. O cientista anunciou o nascimento de duas meninas de embriões que o próprio tinha modificado para serem imunes ao vírus da Sida. Este ano, o tribunal chinês decidiu condená-lo por ter em sua posse ilegal "embriões humanos geneticamente modificados para fins reprodutivos".

A modificação genética para conceção de seres humanos é ilegal na maioria dos países. Na China, o procedimento é proibido desde 2003.

Além da pena de prisão, o médico chinês foi despedido da universidade onde dava aulas e terá que pagar ao estado 383 mil euros de multa.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.