Última hora
This content is not available in your region

Bombardeamento a uma escola militar na Líbia

euronews_icons_loading
Bombardeamento a uma escola militar na Líbia
Direitos de autor  .
Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos 42 pessoas morreram num bombardeamento a uma escola militar de Tripoli atribuído a forças sob o comando do marechal Jalifa Hafter, um homem forte da Líbia.

Segundo as autoridades, o bombardeamento aconteceu ao cair da noite na zona de Juhba e acredita-se que o número de vítimas possa vir a subir já que as equipas de socorro continuam a trabalhar nos escombros.

Ficou decidido o corte de laços entre o regime turco e o estado da Líbia e também na sessão de hoje foi aprovada, por unanimidade, uma ordem que autoriza as forças armadas a desativar todos os aeroportos, portos marítimos e terrestres sob o controle da milícia, devido ao perigo que representam para a segurança nacional do país.
Abdullah Blaihek
Porta-voz da Câmara dos Representantes da Líbia

Minutos após o ataque, aviões de caça disponibilizados pelos Emirados Árabes Unidos também bombardearam a base aérea de Maitiga, o único aeroporto em funcionamento na capital líbia, sob cerco militar desde abril do ano passado.