Trump absolvido no processo de destituição

Trump absolvido no processo de destituição
Direitos de autor Euronews
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Todos os senadores republicanos votaram contra, menos o ex-candidato presidencial Mitt Romney

PUBLICIDADE

Com a maioria republicana e o voto de consciência de Mitt Romney, sem surpresa, o Senado dos Estados Unidos (EUA) absolveu o presidente Donald Trump no processo de destituição.

De um total de 100 senadores eram precisos dois terços dos votos, ou seja, 67 votos favoráveis numa das acusações para que o presidente fosse removido do cargo.

Na primeira votação. em relação à acusação de abuso de poder. 52 senadores consideraram o presidente inocente e 48 culpado. O republicano Mitt Romney votou ao lado dos democratas e, com esta decisão, tornou-se no primeiro senador na história dos EUA a votar para condenar um presidente do mesmo partido num julgamento de destituição.

Na contagem dos votos sobre a acusação de obstrução ao Congresso, todos os senadores seguiram a indicação do partido: 53 disseram que Trump é inocente e 47 disseram que é culpado.

Ao longo de todo o processo levantado pela oposição democrata, Donald Trump repetiu que tudo não passa de uma "caça às bruxas" destinada a prejudicar a sua campanha para reeleição nas presidenciais de novembro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Trump paga 175 milhões de dólares para evitar apreensão de bens em caso de fraude

Trump diz que não tem dinheiro para pagar caução de 454 milhões de dólares ao tribunal

Trump e Biden dominam "Super Terça-Feira", Nikki Haley venceu no Vermont