Última hora
This content is not available in your region

Trump absolvido no processo de destituição

euronews_icons_loading
Trump absolvido no processo de destituição
Direitos de autor
Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Com a maioria republicana e o voto de consciência de Mitt Romney, sem surpresa, o Senado dos Estados Unidos (EUA) absolveu o presidente Donald Trump no processo de destituição.

De um total de 100 senadores eram precisos dois terços dos votos, ou seja, 67 votos favoráveis numa das acusações para que o presidente fosse removido do cargo.

Na primeira votação. em relação à acusação de abuso de poder. 52 senadores consideraram o presidente inocente e 48 culpado. O republicano Mitt Romney votou ao lado dos democratas e, com esta decisão, tornou-se no primeiro senador na história dos EUA a votar para condenar um presidente do mesmo partido num julgamento de destituição.

Na contagem dos votos sobre a acusação de obstrução ao Congresso, todos os senadores seguiram a indicação do partido: 53 disseram que Trump é inocente e 47 disseram que é culpado.

Ao longo de todo o processo levantado pela oposição democrata, Donald Trump repetiu que tudo não passa de uma "caça às bruxas" destinada a prejudicar a sua campanha para reeleição nas presidenciais de novembro.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.