Uma vida de quarentena devido ao Coronavírus

Uma vida de quarentena devido ao Coronavírus
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Patricia Tavares
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Inna Savintseva foi deslocada da China e conta a experiência.

PUBLICIDADE

**Uma jovem russa que esteve entre as centenas de pessoas deslocadas da China para a Sibéria, devido ao surto de coronavírus, conta a experiência.
**

Inna Savintseva foi isolada depois do voo, porque apresentava sintomas semelhantes aos da gripe. Como os restantes elementos do grupo, foi colocada em quarentena numa unidade especial de um hospital de Tyumen, na Sibéria.

Vive sozinha porque talvez esteja infetada. Recebe 3 refeições por dia, um tratamento antivírus e submeteu-se a várias análises de sangue.

A jovem de 23 anos deve continuar em quarentena durante mais 14 dias. Um prazo que se pode prolongar se os sintomas continuarem. Diz sentir algum desconforto no peito. Dores de garganta, de cabeça e problemas de respiração.

Inna diz estar em boas condições dentro do hospital e que não tem razões para se preocupar, mas sabe que esta é um experiência que nunca vai esquecer.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia aborta lançamento do foguetão Angara-A5 a minutos da descolagem

Rússia e Cazaquistão vivem "piores cheias em décadas"

Centenas de russos protestam contra “inércia” das autoridades após inundações