Coronavírus põe em risco Mobile World Congress

Coronavírus põe em risco Mobile World Congress
Direitos de autor Copyright 2020 The Associated Press. All rights reservedEmilio Morenatti
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Vários gigantes da tecnologia já garantiram ausência, como é o caso da Lg, da Sony e da Amazon

PUBLICIDADE

O novo surto de coronavírus está a pôr em risco o Mobile World Congress, um dos maiores eventos mundiais de tecnologia. A grande feira espanhola dedicada às novidades no setor móvel está a assistir a várias desistências dos gigantes da área. LG, Amazon, Sony e Facebook são apenas algumas das empresas que já garantiram que não vão estar presentes nesta edição.

A porta-voz do governo espanhol, Mara jesus montero, garante que a organização redobrou as medidas de segurança e de higiene para que nada falhe no encontro.

Os rumores de um possivel cancelamento não tardaram a chegar, mas a organização garante que cancelar o congresso não está, por enquanto, em cima da mesa. Os comerciantes de Barcelona mantêm-se tranquilos.

"Tenho contactos nos hotéis e eles dizem-me que não sofreram cancelamentos. Neste momento estamos calmos.", conta um dono de um restaurante localizado perto onde se realiza o evento.

(AP Photo/Manu Fernandez)
Edição do Mobile World Congress de 2019(AP Photo/Manu Fernandez)

Um congresso desta dimensão mexe com a cidade toda. Os taxistas sabem que um cancelamento significaria menos dinheiro

"Um cancelamento seria um golpe na economia", conta um taxista. "Afetaria muito Barcelona e todo o setor hoteleiro", admite um outro. 

Nos outros anos, o Mobile World Congress gerou mais 500 milhões à economia local. Além de todos os negócios conseguidos entre participantes e empresas espanholas ao longo dos três dias.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mobile World Congress com Inteligência Artificial em destaque deve levar 100 mil pessoas a Barcelona

Quando a tecnologia parece saída de um filme

Barcelona, a montra mundial das comunicações móveis