Última hora
This content is not available in your region

Bayer e Basf condenadas nos Estados Unidos

euronews_icons_loading
Bayer e Basf condenadas nos Estados Unidos
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Um tribunal dos Estados Unidos condenou a Basf e a Bayer a pagar uma indemnização de 244 milhões de euros a um produtor de pêssegos do estado do Missouri.

Em causa está o uso de dicamba, um pesticida produzido pelas empresas alemãs, aplicado nas plantações de soja, milho e algodão para controlar as ervas daninhas de grande resistência.

A decisão do tribunal foi anunciada no sábado, depois da queixa do agricultor que garantiu que por causa do pesticida aplicado nas produções de algodão vizinhas teve grandes prejuízos em 2015 e 2016. O agricultor acusou ainda as duas empresas de "incentivarem a utilização do produto de uma forma irresponsável".

Em comunicado, as empresas mostraram deceção em relação ao veredito e revelaram que vão recorrer da decisão.

As duas gigantes alemãs do setor químico garantem que os herbicidas à base de dicamba são seguros para as culturas se os utilizadores seguirem as instruções.

Bayer condenada em 2019

A decisão judicial conhecida este fim-de-semana acontece depois de outro caso em que a Bayer foi condenada por um júri da Califórnia a pagar 267 milhões de euros a um jardineiro que sofria de um cancro incurável.

A sentença foi fundamentada com o facto da empresa não ter disponibilizado informação suficiente sobre o perigo de um produto à base de glifosato, outro pesticida polémico.