EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Manchester City nega alegações de má conduta financeira

Manchester City nega alegações de má conduta financeira
Direitos de autor Copyright 2020 The Associated Press. All rights reservedJon Super
Direitos de autor Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
De  Joao Duarte Ferreira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O caso que levou à suspensão do clube por duas épocas diz respeito às contas entre 2012 e 2016

PUBLICIDADE

O diretor executivo do Manchester City, Ferran Soriano, negou alegações segundo as quais os campeões da Premier League teriam violado as regras do 'fair play' financeiro.

O City foi multado em 30 milhões de euros e punido com um afastamento das competições europeias durante duas épocas. 

No entanto, os campeões ingleses prometeram que iriam recorrer da sentença.

''Bem, o mais importante que tenho a dizer hoje é que as alegações não são verdadeiras. Simplesmente não são. O proprietário do clube não colocou aqui dinheiro que não foi devidamente declarado. Somos um clube de futebol sustentável, damos lucro, não temos dívidas, as nossas contas foram examinadas muitas vezes por auditores, reguladores e investidores e isto é perfeitamente claro", disse Ferran Soriano.

O diretor do clube rejeitou acusações de que o City não teria colaborado com as autoridades. 

De recordar que o período em causa abarca as contas entre 2012 e 2016.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Manchester City cometeu "falha grave" e deve ser "seriamente criticado"

Manchester City ganha recurso e está autorizado a jogar na Champions

Liga dos Campeões: José Mourinho regressa com derrota pelo Tottenham