Última hora
This content is not available in your region

Covid-19: Os números e as notícias de sexta-feira, 27 de março

Forças da ordem armadas patrulham a favela da Rocinha, no Rio de Janeiro
Forças da ordem armadas patrulham a favela da Rocinha, no Rio de Janeiro   -   Direitos de autor  AP Photo/Leo Correa
Tamanho do texto Aa Aa

Recorde aqui os principais desenvolvimentos na #pandemia do novo #coronavírus por todo o mundo ocorridos nesta sexta-feira, 27 de março e de acordo com a Hora Central Europeia (CET):

23h40 (CET) - Justiça Federal suspende decreto de Jair Bolsonaro que incluía serviços religiosos nas atividades essenciais

A 1.ª Vara Federal de Duque de Caxias, do Rio de Janeiro, suspendeu a aplicação do decreto do Presidente Jair Bolsonaro que incluía igrejas e casas de lotaria como serviços essenciais durante a quarentena imposta devido à pandemia de Covid-19.

"O acesso a igrejas, templos religiosos e 'lotéricas' estimula a aglomeração e circulação de pessoas", justificou o juiz federal Márcio Santoro Rocha, considerando ser "nítido que que o decreto coloca em risco a eficácia das medidas de isolamento e achatamento da curva de casos da Covid-19".

22h50 (CET) - Estados Unidos ultrapassam a fasquia dos 100.000 casos de infeção

Surto de Covid-19 continua a alastrar pelos Estados Unidos e, de acordo com a mais recente atualização da Universidade Johns Hopkins, este é já o país com mais casos confirmados em todo o mundo, com 100.717.

O número de mortos nos EUA continua, porém, relativamente baixo por comparação com Itália e Espanha, contabilizando 1.544 óbitos, menos de metade também dos registados na China, país onde a pandemia terá começado no final de dezembro.

Universidade Johns Hopkins
Atualizado esta sexta-feira, às 22h11 (CET)Universidade Johns HopkinsMarques, Francisco

22h00 (CET) - Donald Trump ratifica pacote de ajuda de 2,2 biliões de dólares

Presiente dos Estados Unidos ratifica pacote de apoio conhecido como "CARE Act", avaliado em 2,2 biliões de dólares (2 biliões de euros) de ajuda, alívio e apoio económico, tornando o projeto aprovado pelo Congresso em lei.

21h50 (CET) - Brasil aproxima-se dos 100 mortos e das 3.500 infeções

Ministério da Saúde do Brasil atualizou o balanço de vítimas esta sexta-feira, somando mais 15 ao número de óbitos, agora 92 em todos o país.

Ao contrário do que alegava o Presidente Jair Bolsonaro, de que o vírus só seria grave em idosos, no Brasil há pelo menos três mortos com idades entre os 20 e os 39 anos, revelou o secretário de vigilância do Ministério da Saúde.

São Paulo concentra 1.223 casos de infeção e o Rio de Janeiro, 493.

21h25 (CET) - Governador de São Paulo ataca Presidente Jair Bolsonaro e acusa-o de "desprezar vidas"

O governador do estado brasileiro de São Paulo, João Doria, criticou hoje a retórica do Presidente do país, Jair Bolsonaro, de desvalorização da pandemia do novo coronavírus, acusando o atual Governo de "desprezar vidas".

"O Brasil não pode parar para lamentar a irresponsabilidade de alguns que preferem desprezar vidas. Mais de 50 países estão em quarentena. É a pior crise de saúde no mundo. Quase metade da população do planeta está em casa. O mundo inteiro está errado? E o Presidente Jair Bolsonaro é quem está certo?", questionou ironicamente o governador daquele que é o estado mais rico e populoso do Brasil, assim como o mais afetado pela covid-19.

21h20 (CET) - Avião com material médico e de proteção contra a Covid-19 aterra em Lisboa

Um avião da Hi Fly aterrou hoje em Lisboa, pelas 20:10, com 35 toneladas de material médico, como luvas, máscaras, reagentes para testes à covid-19 e ventiladores, para ajudar Portugal a mitigar a pandemia.

De acordo com um comunicado divulgado pela companhia aérea, a bordo da aeronave estão luvas, máscaras, fatos de proteção, reagentes para testes à doença provocada pelo SARS-CoV-2 e ventiladores.

O avião da Hi Fly partiu de Lisboa na quinta-feira com destino a Xangai, na China, e regressou ao início da noite de hoje.

21h15 (CET) - FIFPro "preocupada" com cortes unilaterais de salários dos futebolistas

A Federação Internacional das Associações de Futebolistas Profissionais (FIFPro) manifestou-se hoje “preocupada” com a decisão de vários cubes europeus de despedir ou baixar unilateralmente os salários aos atletas em reflexo da pandemia da covid-19.

"Estamos extremamente preocupados que um número significativo de clubes, em mais de meia dúzia de países, tenha começado a dispensar jogadores ou a reduzir unilateralmente os seus salários”, denunciou o organismo, em comunicado.

21h10 (CET) - Semana da Moda de Paris cancelada

A Federação de alta Costura e de Moda considera não estarem reunidas as condições para o desenrolar do "Paris Fashion Week".

"A epidemia de Covid-19 obriga-nos a proteger as nossas casas, os colaboradores e todos aqueles que trabalham para a nossa indústria", lê-se na publicação da FHCM nas redes sociais.

21h00 (CET) - Angola prevê recessão de 1,2% e piora todas as previsões do Orçamento Geral do Estado

"Angola está a ser atingida por uma onda de vários choques, ao nível da saúde pública”, afirmou a ministra das Finanças, Vera Daves, que perante os quatro casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus, acrescentou que o país está a ser atingido “pelas restrições na mobilidade, no comércio internacional” e “na produção de vários tipos de bens que se refletem em menores fluxos comerciais".

A ministra das Finanças angolana salientou que “o petróleo caiu de forma dramática e todos sabem do peso do petróleo em termos de financiamento do Orçamento Geral do Estado”.

Mais informação aqui: Governo angolano lamenta queda do petróleo e antecipa recessão

20h55 (CET) - Detidas mais de 60 pessoas em Portugal por desobediência das regras de confinamento da Covid-19

Mais de 1400 estabelecimentos comerciais foram também encerrados coercivamente por incumprimento das normas estabelecidas pela fase de mitigação integrada no estado de emergência, implementado em Portugal a 22 de março.

20h30 (CET) - Presidente da República Portuguesa apela aos portugueses para se conterem na Páscoa

Marcelo Rebelo de Sousa apela aos portugueses para sacrificarem este ano a celebração familiar da Páscoa, alertando que juntando "uma família ampla e numerosa" poderá ter "custos imprevisíveis" devido à pandemia de Covid-19.

Presidente considera contudo que o 25 de Abril "tem de ser comemorado porque a democracia não está suspensa".

20h15 (CET) - Quatro idosos morrem a bordo de cruzeiro recusado em vários portos

O navio cruzeiro MS Zaandam, com mais de 1200 passageiros e 586 tripulantes, terá mais de 130 casos suspeitos de infeção a bordo e tem visto repetidamente negada a autorização para atracar em diversos portos da América do Sul.

Agora ao largo do Panamá, surge a notícia da morte de pelo menos quatro passageiros idosos, revelada num comunicado da Holland America, que opera o cruzeiro, acrescentando que pelo menos dois outros passageiros foram testados positivamente com Covid-19.

20h00 (CET) - General Umaro Sissoco Embaló declara estado de emergência na Guiné-Bissau

O general Umaro Sissoco Embaló, autoproclamado Presidente da Guiné-Bissau, declarou hoje o estado de emergência no país, no âmbito do combate ao novo coronavírus.

"A Constituição da República permite que, em situações como esta que estamos a viver, de calamidade pública, sejam suspensos alguns direitos, liberdades e garantias dos cidadãos, através da declaração do estado de emergência, uma medida excecional com vista a salvaguardar bens essenciais, valores e princípios fundamentais, previstos na Constituição", referiu Umaro Sissoco Embalo, num decreto presidencial divulgado à comunicação social.

19h50 (CET) - França prolonga confinamento obrigatório até 15 de abril

Governo decide prolongar as medidas de contenção, incluindo o confinamento obrigatório, para lá de 31 de março, o prazo inicialmente previsto.

Primeiro país europeu a registar uma infeção, França atualizou hoje o balanço de vítimas para 1.995 mortos, com quase 300 óbitos registados nas últimas 24 horas. Mais de 15 mil pessoas estão hospitalizadas em França devido a esta pandemia, incluindo 3.787 em estado grave.

19h45 (CET) - Papa Francisco pede a Deus para não abondonar a humanidade

Sob chuva, o Papa Francisco conduziu uma missa "Urbi et Orbi" numa Praça de São Pedro vazia. A homilia foi dirigida aos fiéis através de várias emissões televisivas e pela internet. O Sumo Pontífice pediu a Deus: "Não nos deixe à mercê da tempestade".

Francisco sublinhou a "condição dolorosa" em que a humanidade enfrenta a pandemia de Covid-19 e enalteceu todos os que, sem medo, têm enfrentado este novo coronavírus para ajudar a salvar vidas e a levar alimentos a todos os que necesitam.

18h47 (CET) - Ordem dos Enfermeiros em Portugal pede mais equipamentos e testes

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros voltou hoje a pedir mais equipamento de proteção individual contra a covid-19 e que sejam feitos testes de despistagem aos enfermeiros sem sintomas, mas que estiveram em contacto com doentes.

118h45 (CET) - Futebolistas do Schalke 04 aceitam cortar parte dos salários

Os futebolistas do plantel principal do Schalke 04 vão abdicar de parte dos salários e prémios até final de junho, para ajudar o clube da Liga alemã a enfrentar a pandemia de covid-19, anunciou hoje o emblema germânico.

"Os jogadores já tinham assumido a intenção de ajudar o clube e os seus trabalhadores durante esta crise provocada pelo novo coronavírus. Agora, concordaram em abdicar de parte do salário e dos prémios até 30 de junho de 2020", referiu o Schalke, em comunicado divulgado no site oficial.

18h30 (CET) - Congresso dos Estados Unidos da América aprova pacote de estímulos

Congresso norte-americano coloca a chancela final na aprovação de um enorme pacote financeiros de dois biliões de dólares (1,8 biliões de euros) para responder aos impactos no país da pandemia de Covid-19.

OS EUA são já o país com mais infeções registadas no planeta, com cerca de 93.000 casos e mais de 450 mortos, a larga maioria (365) na cidade de Nova Iorque, e mais de 800 pessoas recuperadas.

Fica a faltar apenas a assinatura do Presidente Donald Trump, sublinha a líder do Congresso, Nancy Pelosi.

18h00 (CET) - Primeiro-ministro de Portugal alerta para eventual fim da União da Europeia

O primeiro-ministro advertiu hoje que a União Europeia corre o risco de acabar se não enfrentar corretamente os efeitos económicos e sociais da pandemia da covid-19, sublinhando que "a prioridade das prioridades é salvar vidas".

"A União Europeia ou faz o que tem de fazer ou a União Europeia acabará. Acho que só as pessoas que não têm a menor sensibilidade ou a menor compreensão do que é esta realidade dramática que estamos neste momento a enfrentar - perante dramas como o da Itália ou da Espanha, e em todos os países e na Holanda também - é que é possível dizerem que é preciso ir saber porque é que a Itália e a Espanha não têm condições orçamentais para enfrentar estas situações", frisou António Costa.

o chefe do executivo português reiterou assim as críticas que já tinha dirigido na quinta-feira, no final do Conselho Europeu, ao ministro das Finanças holandês por ter defendido que a Comissão Europeia devia investigar porque não tem a Itália ou a Espanha margem orçamental para lidar com os efeitos da crise do novo coronavírus.

17h57 (CET) - Há 39 portugueses na África do Sul a tentar regressar ao país natal

O consulado de Portugal em Joanesburgo tem conhecimento de 39 pessoas que querem ser repatriados ou um voo para Portugal, devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus, disse hoje à Lusa o cônsul-geral.

"O número que lhe posso confirmar de pessoas a pedir repatriação são 14 e depois há umas 25 pessoas que estão em situações que nós vamos a ver como se enquadram", disse o cônsul-geral Francisco Xavier de Meireles.

O diplomata acrescentou que os pedidos chegaram na quinta-feira e “já não foram a tempo” de serem resolvidos antes do confinamento obrigatório, sublinhando que "nem todos os casos configuram situações de repatriação típica".

17h50 (CET) - Mais de 25.000 mortos em todo o mundo e quase 128.000 pessoas recuperadas

Atualização da Universidade Johns Hopkins esta sexta-feira à tarde indica a trágica superação mundial da fasquia dos 25.000 mortos associados ao novo coronavírus.

O número de pessoas recuperadas da infeção ascende às 127.768, mais de 60 mil na China, de 11 mil no Irão e de 10 mil em Itália.

Universidade Johns Hopkins
Atualizado às 17h37 (CET)Universidade Johns HopkinsMarques, Francisco

17h47 (CET) - Deferação Portuguesa de Futebol cancela campeonatos dos escalões de formação

Os campeonatos de futebol e futsal dos escalões de formação da época 2019/20 foram hoje cancelados pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF), devido à pandemia da covid-19.

"Devem dar-se por concluídas as competições nacionais de todos os escalões de formação de futebol e futsal, masculinas e femininas, não resultando das mesmas qualquer efeito desportivo imediato", anunciou hoje em comunicado a FPF, acrescentando que "não serão atribuídos títulos nas referidas competições, nem aplicado o regime de subidas e descidas".

O Benfica liderava a fase de apuramento do campeão de juniores, após quatro das 14 jornadas, com 12 pontos, mais três do que o Rio Ave.

Em juvenis, as ‘águias’ venceram a série sul e o FC Porto a série norte, que antecedia a fase final, enquanto nos iniciados os ‘dragões’ eram os primeiros a norte, o Anadia no centro e o Sporting no sul.

Benfica e Sporting dividiam a liderança da fase de apuramento de campeão do Nacional de juniores em futebol feminino, após uma jornada.

17h42 (CET) - Diretora-geral do FMI afirma que a economia mundial entrou em recessão

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, afirmou hoje que "já está claro" que a economia mundial entrou "numa recessão, igual ou pior que a de 2009" devido à pandemia de covid-19.

"Já está claro que estamos numa recessão igual ou pior que a de 2009", afirmou Georgieva, numa conferência de imprensa por vídeo na sede da instituição financeira internacional, para avaliar o impacto económico da expansão global do coronavírus.

A líder do FMI disse esperar uma recuperação em 2021 desde que os governos adotem medidas adequadas e "coordenadas".

17:40 (CET) - Itália sofre a pior vaga de óbitos de um país em apenas 24 horas

As autoridades italianas acabam de atualizar o balanço de vítimas e revelaram o mais trágico aumento de mortes associadas ao coronavírus de um só país com 969 óbitos registados desde a última atualização na quinta-feira. O total de fatalidades em Itália é agora de 9.134.

O número de pessoas recuperadas da infeção somou mais 589 e situa-se agora quase nas 11.000.

Só na Lombardia, o número de novas infeções foi de 2.534, agravando o total da região para os 34.889, enquanto os mortos ascendem agora aos 4.861 nesta que é a região mais afetada no país com a maior taxa de mortalidade desta pandemia.

16h30 (CET) - Moçambique mantém sete casos de infeção e apela à prevenção

O número de infeções pelo novo coronavírus registadas em Moçambique mantém-se em sete e as autoridades pedem o reforço das medidas de prevenção, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

"Nas últimas 24 horas, foram testados 41 casos e todos foram negativos. Portanto, continuamos com um registo de sete casos, dos quais seis são importados e um é de transmissão local", declarou Rosa Marlene, diretora de Saúde Pública, no balanço do Ministério da Saúde, em Maputo.

16h20 (CET) - Polícias na pré-reforma podem ser chamados ao serviço em Cabo Verde

A Polícia Nacional (PN) de Cabo Verde alertou hoje todos os pré-reformados para estarem disponíveis e contactáveis para uma possível convocação para o serviço, para aplicação do plano de contingência para o novo coronavírus.

Numa circular, publicada hoje, mas com data de 24 de março e assinada pelo diretor da Polícia Nacional, Emanuel Estaline Moreno, justifica a decisão com o aparecimento de casos positivos do novo coronavírus em Cabo Verde e que levou o Governo a elaborar um plano de contingência

15h00 (CET) - Primeiro-ministro de Portugal defende que a Europa vai ter "reiventar" a produção

Para António Costa, a "hipercentralização global" da produção de um conjunto de produtos e matérias-primas "é dramática".

Como exemplo, o chefe de Governo apontou a chegada, hoje mesmo, a Portugal de quatro milhões de máscaras e centenas de milhares de equipamentos de proteção individual fabricados na China, num voo da Ethiopian Airlines.

"Não é possível estarmos nesta dependência de uma coisa que é produzida na China, é transportada pela Ethiopian Airlines para finalmente chegar aqui ao Porto e que é uma reserva que dá para uma semana", referiu.

Por isso, acrescentou, "a Europa vai ter de reinventar a sua organização produtiva, porque não vai poder voltar a correr o risco de ficar neste quadro de disrupção".

14:45 (CET) - Profissionais de saúde infetados aumentam 75% em Espanha

O número de profissionais de saúde em Espanha infetados pelo novo coronavírus aumentou 75% desde terça-feira e eleva-se hoje a 9.444 pessoas, representando 14,7% do total de infeções no país, segundo o Ministério da Saúde espanhol.

O pico do número de hospitalizações é esperado na próxima semana, foi adiantado.

14h00 (CET) - TAP realiza mais um voo de repatriamento de Angola

A TAP está a preparar mais um voo de repatriamento que sairá de Luanda no sábado à noite, além dos dois já previstos para hoje, disse uma fonte da transportadora à Lusa.

Para além do voos anunciados com partida em Angola, a TAP fará também, às primeiras horas de sábado, um voo da capital da Guiné Bissau para Lisboa às 01:45 e outro que sai da Praia, de Cabo Verde, às 00:40.

Mais informação aqui: TAP realiza mais um voo de repatriamento de Angola

13h30 (CET) - Portugal sofreu 76 mortes e conta com mais de 4.200 infetados

Direção-geral de Saúde de Portugal atualizou o balanço de vítimas da pandemia provocada pela Covid-19. Os dados recolhidos até às 24 horas de quinta-feira, 26 de março, indicavam 4.268 casos de infeção confirmados, mais 724 (20,4%) face à atualização anterior.

O número de mortes subiu em 16 e está agora nas 76.

DGS
Situação atualizada às 12 horas de 27 de março, com dados recolhidos até às 24 horas da vésperaDGSMarques, Francisco

13h05 (CET) - Espanha sofre recorde trágico de 769 mortos em apenas 24 horas

O governo espanhol divulgou a evolução da crise na manhã desta sexta-feira, ressalvando por outro lado o abrandamento de novos casos pelo segundo dia consecutivo e o facto de as pessoas recuperadas serem 9.357, quase o dobro dos óbitos.

Mais informação aqui: Espanha aproxima-se dos 5.000 mortos diários

11h15 (CET) - Primeiro-ministro britânico confirma estar infetado com Covid-19

Boris Johnson disse ter sentido "sintomas ligeiros" de Covid-19 na quinta-feira e, após a realização de testes, confirmou estar infetado.

O resultado positivo do teste foi confirmado pelo próprio chefe do governo britânico.

Mais informação: Boris Johnson está infetado com o novo coronavírus