Última hora
This content is not available in your region

Países do leste europeu reforçam combate à Covid-19

euronews_icons_loading
Países do leste europeu reforçam combate à Covid-19
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Com a Roménia mobilizada para a combater a Covid19 e a braços com o maior número de mortos na Europa Oriental, por causa da doença (393), o Presidente Klaus Iohannis estendeu o estado de emergência pelo menos até meados de maio. O ministro do Interior também acabou por recuar nas exceções de Páscoa. Os fieis da Igreja Ortodoxa da Roménia não vão poder assistir presencialmente às celebrações religiosas.

O Presidente Iohannis era um grande crítico das exceções. "Fiquem em casa senão, depois da Páscoa, teremos funerais", adiantou.

Na Polónia, a partir desta quinta-feira, todos os que quiserem sair vão ter que cobre as bocas e o nariz. O uso de máscaras, lenços ou cachecóis são obrigatórios. As autoridades de saúde avançaram com a medida com receios de existirem muitos doentes assintomáticos.

Na República Checa, filas de 20 quilómetros formam-se nos grandes postos fronteiriços junto à Alemanha e à Polónia. As determinações do governo estipulam que todos os veículos têm que ser vistoriados provocando enormes filas. Algumas restrições foram, no entanto, aliviadas. Os cidadãos checos podem agora viajar para o estrangeiro em negócios, para ver família ou fazer tratamentos.