Última hora
This content is not available in your region

Vespa "assassina" detetada nos EUA

euronews_icons_loading
Vespa "assassina" detetada nos EUA
Direitos de autor  Karla Salp/Washington State Department of Agriculture via AP
Tamanho do texto Aa Aa

Em plena pandemia de coronavírus, os Estados Unidos enfrentam agora outra ameaça, que pode afetar explorações de mel, agrícolas e mesmo reclamar vidas: foi identificado no território a presença de vespas asiáticas gigantes, também conhecidas pelo nome de "vespas assassinas", devido ao apetite voraz por colónias de abelhas e cujas picadas já provocaram mortes humanas em vários pontos do globo.

O nosso principal receio é o impacto para os apicultores, podem arruiná-los ou significar custos importantes. É algo que queremos evitar.
Chris Looney
entomólogo do Departamento de Agricultura do Estado de Washington

A chamada "vespa assassina" foi recentemente detetada no Estado de Washington.

Podendo chegar aos 5 centímetros, é uma espécie ainda mais perigosa do que a vespa asiática responsável, há vários anos, pela destruição de numerosas explorações de mel na Europa e, nomeadamente, em Portugal.