Última hora
This content is not available in your region

Pussy Riot regressam com "1312"

euronews_icons_loading
Pussy Riot regressam com "1312"
Direitos de autor  MIGUEL SCHINCARIOL/AFP or licensors
Tamanho do texto Aa Aa

"1312" é o novo tema das Pussy Riot, em colaboração com três argentinos - Parcas, Dillom, Muerejoven. A letra fala sobre violência policial.

Conta Nadezhda Tolokonnikova, um dos elementos do grupo russo: "Não foi difícil escrever a letra, porque tive muitos problemas com a polícia na minha vida. Durante muito tempo, quis fazer um hino à anarquia, que falasse em nome de todos aqueles que sofreram com a violência da polícia ou as detenções ilegais".

A canção é lançada em plena onda de contestação à violência policial, depois da morte de George Floyd nos Estados Unidos.

Diz Nadezhda: "O que aconteceu com George Floyd é inaceitável. Sou um dos ativistaas que pedem uma desmilitarização da polícia nos Estados Unidos".

As Pussy Riot ficaram conhecidas em 2012, quando foram detidas e julgadas depois de uma performance numa igreja contra o presidente Vladimir Putin.