Última hora
This content is not available in your region

Franceses protestam contra racismo e violência policial

euronews_icons_loading
Franceses protestam contra racismo e violência policial
Direitos de autor  AP Photo/Thibault Camus
Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 20 mil pessoas manifestaram-se este sábado, em Paris, contra o racismo e a violência policial. O protesto foi convocado pelo Comité Adama Traoré, jovem negro que morreu sob custódia policial, em 2016, na região parisiense.

"Esta é uma manifestação para denunciar a negação da justiça. Esta é uma manifestação para denunciar a violência policial. Esta é uma manifestação para denunciar a violência social. Esta é uma manifestação para denunciar a violência racial ", disse Assa Traoré, irmã de Adama e fundadora do grupo "La Vérité pour Adama".

"Como escrevi no meu cartaz, lutar contra a violência policial não é apenas um combate de negros e árabes. Todo o povo, todo o mundo, todos os países, os habitantes de todos os países devem revoltar-se contra esta injustiça. Devemos pedir justiça e verdade", defendeu Magali Hachellaf, professora, que participou na manifestação.

Os manifestantes concentraram-se na Praça da República e queriam marchar até à Ópera, mas a polícia não permitiu e isolou a área.

Houve confrontos entre a polícia e os manifestantes. As autoridades usaram gás lacrimogéneo e os manifestantes atiraram garrafas e pedras.