Última hora
This content is not available in your region

Brasil ultrapassa as 100 mil mortes por covid-19

euronews_icons_loading
Brasil
Brasil   -   Direitos de autor  Silvia Izquierdo/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

De pé na areia e corações ao alto, o Rio de Janeiro homenageou, este sábado, os 100 mil mortos por covid-19 no Brasil, o segundo país no mundo, a seguir aos Estados Unidos, a passar essa marca.

Mais que uma homenagem, a ação, organizada pela associação Rio da Paz, pretende uma reflexão sobre o futuro e alertar para os gestos de todos os dias.

Márcio Antônio do Nascimento Silva, um dos participantes na iniciativa, explica que a ação "é um ato de cidadania". Pai de uma vítima de covid-19, conta que se sente magoado não só com o que lhe aconteceu, mas também com a atitude de algumas pessoas. "Dói-me estar aqui, dói-me estar aqui a mostrar a pessoa que amanhã não vai estará do meu lado, no Dia do Pai; estará [apenas] espiritualmente. E magoa-me muito ver pessoas a passar e a dizer que isto é mentira, que isto é fake news, um ato de terror".

Muitos brasileiros continuam, no entanto, a não estar sensibilizados para a emergência sanitária. Depois de o Palmeiras ter vencido o campeonato de futebol paulista, as ruas de São Paulo, durante a noite de sábado, encheram-se de multidões em euforia.

Numa tentativa de causar algum impacto em quem passa, no município de Formiga, em Minas Gerais, um grupo de atores optou por uma abordagem criativa ao problema e vestiu-se da mítica figura de morte para a alertar os transeuntes para o uso de máscaras.

No total, mais de três milhões de brasileiros foram já infetados com o novo coronavírus.