Última hora
This content is not available in your region

Barragem ameaça várzea em Budapeste

euronews_icons_loading
Barragem ameaça várzea em Budapeste
Direitos de autor  Euronews Hungary
Tamanho do texto Aa Aa

Esta ilha no Danúbio, perto do centro de Budapeste, é sede de um dos maiores festivais de música da Europa, o Festival de Sziget, que acontece todos os anos em agosto. Durante resto do ano funciona como parque e área recreativa. As autoridades ambientais deparam-se agora com o plano de construção de uma barragem móvel à volta das margens, que implicaria a destruição de oito hectares de floresta. Várias ONG, incluindo a WWF, estão contra e fazem-se ouvir.

Andrea Samu, do ramo húngaro da organização, diz: "97% das áreas florestais em várzeas na Hungria foram arruinadas durante o regulamento fluvial. O facto de encontrarmos uma floresta de planície aluvial em tão boas condições naturais numa capital europeia é único em si mesmo. 99 espécies protegidas foram registadas nesta floresta, sete sob proteção especial. Mas isso não é a única coisa que importa. Toda a floresta está num bom estado de conservação".

A comunidade local de amigos dos cães já organizou manifestações para impedir a construção da barragem.

"O que quer que construam aqui, temos a certeza de que haverá mais pessoas, será mais difícil vir aqui. Este é o único local em Budapeste onde podemos soltar os cães em segurança. Com isto, já não o vamos poder fazer", diz Zsófia Gáspár, da Associação de Amigos dos Cães do 3º bairro de Budapeste.

Neste momento, ninguém vê a razão pela qual a ilha precisa de proteção contra as cheias. O governo tinha inicialmente apoiado a construção de um centro desportivo aquático que poderia ter precisado de projeção, mas afastou-se do projeto na sequência dos protestos ambientais. A Autoridade Aquática Húngara está a apresentar as propostas de barragens. Mas quando as ONG e a Euronews lhe perguntam quem encomendou o plano, a resposta da Autoridade é sempre a mesma: não sabe.