Última hora
This content is not available in your region

EUA: 28 mil pessoas vão ser depedidas nos Parques da Disney

euronews_icons_loading
EUA: 28 mil pessoas vão ser depedidas nos Parques da Disney
Direitos de autor  Charles Sykes/2020 Invision
Tamanho do texto Aa Aa

Os Parques da Disney World, nos Estados Unidos, vão despedir cerca de 28 mil empregados.

De acordo com uma carta que a companhia enviou aos trabalhadores e às autoridades, um quarto dos visados são trabalhadores não sindicalizados na Florida. Este número pode, no entanto, crescer, tendo em conta que há negociações com um sindicato que representa 43 mil funcionários.

O vice-presidente, Jim Bowden, diz que a decisão, "difícil", se deve ao impacto da pandemia.

Na Europa, por enquanto, não há notícia de possíveis despedimentos, mas a situação é igualmente difícil na Disneyland Paris, com 16 mil trabalhadores em regime de desemprego parcial. Em Paris o parque reabriu em julho, com alguns serviços encerrados; na Florida também reabriu durante o verão, mas na Califórnia continua encerrado, a aguardar instruções das autoridades estaduais.

A direção da Disneyland Paris apressou-se esta segunda-feira a tranquilizar os funcionários. A presidente da Euro Disney, Natacha Rafalski, garantiu aos trabalhadores que as medidas drásticas aplicadas nos Estados Unidos, não afetam a Disneyland Paris.