Última hora
This content is not available in your region

Confrontos retomados no Nagorno-Karabakh

euronews_icons_loading
Ganja, Azerbaijão
Ganja, Azerbaijão   -   Direitos de autor  BULENT KILIC/AFP or licensors
Tamanho do texto Aa Aa

A violência das imagens divulgadas daqueles que serão os mais recentes ataques aéreos no Nagorno-Karabakh deixa muito pouca margem para acreditar na retoma do cessar-fogo.

Menos de um dia depois do início das tréguas humanitárias, o Ministério da Defesa do Azerbaijão vem denunciar ofensivas aéreas do lado arménio, algo que é totalmente rebatido por Erevan.

Mesmo assim, as autoridades azeris fazem um balanço de, pelo menos, sete mortos e mais de três dezenas de feridos em Ganja, a segunda cidade do país.

Já em Stepanakert ou Kankhendi, a maior cidade do Nagorno-Karabakh, mostram-se estragos dos alegados ataques do exército azeri, que se terão estendido a outras localidades do território.

O cessar-fogo foi negociado entre a Rússia e os responsáveis diplomáticos do Azerbaijão e da Arménia para permitir, pelo menos, a devolução dos restos mortais de soldados, assim como de prisioneiros de ambas as partes.