Última hora
This content is not available in your region

Pandemia deixa setor da restauração novamente em dificuldades

euronews_icons_loading
Pandemia deixa setor da restauração novamente em dificuldades
Direitos de autor  ERIC PIERMONT/AFP or licensors
Tamanho do texto Aa Aa

Este sábado entra em vigor o recolher obrigatório em nove cidades francesas, uma medida que afeta diretamente cerca de vinte milhões de pessoas e que tem por objetivo travar o aumento de casos de covid-19. Para os negócios atingidos pela medida, acentuam-se as dificuldades económicas mas o governo francês promete ajudar, não só através de apoios financeiros mas também através da diplomacia.

Bruno Le Maire revela que irá "falar com a Comissão Europeia para saber se o início do reembolso dos empréstimos pode ser adiado de 2021 para 2022, o que representaria um balão de oxigénio importante para as empresas." O ministro das Finanças francês acrescenta que terá de negociar com Bruxelas uma vez que "esses empréstimos são garantidos pelo Estado e por isso são considerados apoios estatais."

O problema está longe de se limitar ao território francês. Em Espanha, vários profissionais do setor da restauração saíram para a rua em Barcelona para protestar contra a decisão do governo regional da Catalunha de encerrar bares e restaurantes durante um período de quinze dias para tentar limitar a progressão do novo coronavírus. Países Baixos e Irlanda do Norte também já anunciaram medidas similares.