Última hora
This content is not available in your region

Europa multiplica restrições face à segunda vaga

euronews_icons_loading
Europa multiplica restrições face à segunda vaga
Direitos de autor  Jean-Francois Badias/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Os esforços multiplicam-se na Europa para responder à segunda vaga da pandemia de coronavírus, que continua a bater recordes em termos do número de contaminações diárias.

A Eslováquia lançou este sábado a segunda campanha de despistagem à escala nacional. Quem recusa ser testado, poderá ser obrigado a um isolamento em casa.

Com mais de meio milhão de casos, a Polónia avançou com uma nova série de restrições, incluindo o fecho de instalações culturais e lojas consideradas não essenciais.

Segundo a agência France Press, a pandemia já fez mais de 300.000 mortos na Europa e há registo de 12 milhões de contaminações.

Obrigadas a fechar portas devido ao novo confinamento, as livrarias independentes em Inglaterra organizaram-se numa plataforma de venda pela internet, para tentar concorrer contra gigantes do comércio à distância, como a Amazon.

A Covid-19 já fez mais de 48.000 mortos no Reino Unido.

Uma semana depois da entrada em vigor do segundo confinamento em França, mais ligeiro do que o imposto na Primavera, os números continuam a subir em flecha. O território francês registou mais de 60.000 casos em 24 horas e a pressão aumenta sobre os serviços de reanimação dos hospitais.

Portugal também registou um novo recorde no número de contaminações, com 6640 casos e 56 mortes no espaço de um dia.

No mundo inteiro, a Covid-19 já fez, segundo a AFP, um milhão e 243 mil mortos e mais de 49,3 milhões de contaminações.