Última hora
This content is not available in your region

Azerbaijão anuncia baixas da guerra por Nagorno Karabakh

euronews_icons_loading
Azerbaijão anuncia baixas da guerra por Nagorno Karabakh
Direitos de autor  AP/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

O Azerbaijão anunciou ter perdido 2783 militares em 44 dias de combates contra as forças arménias pelo controlo do enclave de Nagorno Karabakh. Uma centena de soldados estão dados como desaparecidos. É a primeira vez que Bacu revela as baixas da guerra deste ano.

Muitos prestam homenagem aos que caíram em combate no monumento da eterna chama, tal como o presidente Ilham Aliyev.

Homens do ministério russo para a Situações de Emergência trabalham na análise e reparação de infraestruturas, como edifícios, apartamentos, escolas ou creches, danificados, se não destruídos pela guerra.

Na Arménia dura a pressão popular para a demissão do primeiro-ministro, Ikol Pashinyan. O presidente Armen Sarkissian, uma figura com essencialmente poderes honoríficos, tenta distanciar-se do cessar-fogo assinado pelo governo a quem sugeriu a demissão e esteve em Moscovo numa viagem considerada privada.