EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Alemanha instaura confinamento "duro"

Alemanha instaura confinamento "duro"
Direitos de autor AP Photo
Direitos de autor AP Photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Angela Merkel anunciou as medidas restritivas duras que vão afetar o Natal depois de todos os Estados federais concordarem com as limitações à atividade económica e vida pública.

PUBLICIDADE

Natal sob um confinamento duro. Na Alemanha o governo central e os estados federais concordaram em encerrar todo o comércio a partir de quarta-feira, excepto o essencial, e limitar a vida pública.

A chanceler Angela Merkel justificou a medida com a tentativa de voltar a controlar a pandemia. O país registou 20200 novos contágios por Covid-19 e 321 mortes nas últimas 24 horas.

"É por isso que precisamos atuar de imediato e é por isso que estamos a tomar as medidas que concordámos hoje. O objetivo é regressar ao ponto em que podemos identificar os contactos, ou seja precisamos de uma incidência de 50 casos ou menos por 100 mil habitantes em sete dias", anunciou Angela Merkel.

As reuniões de Natal vão ficar limitadas a cinco pessoas, sem contar com os menos de 14 anos. As escolas também encerram portas e as férias escolares prolongam-se até 10 de janeiro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Igreja de Berlim oferece missas ao ar livre

Balanço da presidência alemã da UE

Parlamento alemão debate violência no país e condena ataque contra Robert Fico