Covid-19 não impede festas na Rússia

Covid-19 não impede festas na Rússia
Direitos de autor AFP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

País ultrapassa os três milhões de infetados. Apesar de o número de casos de covid-19 estar a aumentar o Governo russo recusa-se a implementar medidas mais restritivas como um confinamento nacional para preservar a economia.

PUBLICIDADE

A Rússia ultrapassou os três milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus no país, mas mesmo assim há quem continue a promover e a frequentar festas noturnas, desafiando as restrições impostas pelas autoridades.

Alexey Detkin é um empresário e manteve a festa de final de ano com os empregados num num bar. O evento decorreu numa sala separada onde apenas puderam entrar os seis colaboradores.

O empresário conta que pensou em adiar a festa, "mas as pessoas estavam tão cansadas de eventos em linha, e do distanciamento, que queriam reunir-se".

A festa terminou à hora estipulada pelas autoridades, no entanto, na região de Moscovo, a mais afetada pela Covid-19, são muitos os estabelecimentos noturnos que desafiam as regras que obrigam ao encerramento às 23 horas.

Todas as noites, a polícia é obrigada a intervir e a encerrar várias festas ilegais.

Os empresários que teimam em não cumprir as restrições podem incorrer numa multa de até 300 mil rublos, o equivalente a pouco mais de três mil euros.

Apesar de o número de casos de covid-19 estar a aumentar o Governo russo recusa-se a implementar medidas mais restritivas como um confinamento nacional para preservar a economia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Zelenskyy diz que 2024 vai ser "ano decisivo" para a Ucrânia. Macron reúne líderes europeus em Paris

Lisboa juntou-se a milhares de europeus no apoio à Ucrânia dois anos depois da invasão russa

Guerra na Ucrânia: Kiev derruba um A-50, Moscovo ataca Odessa