Última hora
This content is not available in your region

Mundo celebra sem festa entrada em 2021

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Mundo celebra sem festa entrada em 2021
Direitos de autor  Peter Meecham/The New Zealand Herald
Tamanho do texto Aa Aa

Com 2020 a chegar ao fim, muitos esperam, mais do que nunca, por um novo ano. No entanto, salvo raras exceções, a entrada em 2021 será pouco festejada. Pelo menos, nas ruas. Um pouco por todo o mundo e à semelhança dos últimos meses, as passagens de ano vão sofrer restrições, devido à pandemia de covid-19.

Nova Zelândia

Como de costume cabe à Nova Zelândia dar início à contagem decrescente. E o momento terá direito a grandes celebrações. A baixa incidência de covid-19 no país vai permitir os habituais festejos junto à emblemática Sky Tower e à ponte do porto de Auckland.

Sidney, Austrália

Na Austrália, o fogo-de-artifício que todos os anos atraía um milhão de pessoas a Sidney estará limitado aos habitantes locais.

Tóquio, Japão

Tóquio cancelou a circulação de comboios durante a noite e todos eventos da época.

Moscovo, Rússia

Tal como Moscovo, onde a passagem de ano não será celebrada nas ruas. Todos os estabelecimentos noturnos na capital russa permanecem fechados até meio de janeiro.

Hong Kong, China

Pelo segundo ano consecutivo, Hong Kong vê o tradicional fogo-de-artifício cancelado por causa da coivd-19.

Berlim, Alemanha

Na Alemanha, também Berlim vai restringir as celebrações públicas, após o senado ter interditado os festejos com fogo-de-artifício em 54 áreas da cidade.

França

Sob recolher obrigatório a partir das 20h até 31 de janeiro, França prepara-se para passar o ano sem festejos na rua. Mas um espetáculo virtual do compositor e intérprete Jean-Michel Jarre, com a catedral de Notre Dame de fundo, estará disponível online.

Londres, Inglaterra

E medidas semelhantes serão aplicadas em Londres. Na capital inglesa, todos os eventos públicos estão proibidos.

Rio de Janeiro, Brasil

No Brasil, os festejos anuais no Rio de Janeiro foram cancelados.

Nova Iorque, Estados Unidos da América

Já em Nova Iorque, a icónica bola de Times Square vai marcar a passagem de ano, mas apenas para um grupo restrito de pessoas e com distanciamento social. Para os restantes, as celebrações serão emitidas na internet e na televisão.