Última hora
This content is not available in your region

Trump "pediu votos" ao secretário de Estado da Georgia

euronews_icons_loading
Trump "pediu votos" ao secretário de Estado da Georgia
Direitos de autor  ANDREW CABALLERO-REYNOLDS/AFP or licensors
Tamanho do texto Aa Aa

Donald Trump pediu ao secretário de Estado da Geórgia para encontrar 11.780 votos, os necessários para garantir a vitória dos republicanos naquele estado norte-americano.

Num telefonema de cerca de uma hora, divulgado este domingo pelo jornal Washington Post, Trump pede várias vezes a Brad Raffensperger para alterar os resultados e insiste que só perdeu por causa de irregularidades. Diz que os cidadãos da Geórgia estão zangados, o povo do país está zangado e que não há nada de errado se o secretário de Estado disser que recalculou os votos.

Do outro lado da linha, Raffensperger diz que Trump tem informações falsas sobre alegadas fraudes na contagem dos votos e que acredita numa eleição correta e em resultados certos.

Antes da divulgação da conversa, Trump escreveu na conta do Twitter que o secretário de Estado da Geórgia "não estava disposto ou era incapaz de responder” a perguntas relacionadas com a destruição de boletins, com a fraude dos boletins de voto de baixo da mesa, com eleitores fora do estado ou eleitores mortos

O ainda presidente dos Estados Unidos conta com o apoio de muitos republicanos na Câmara dos Representantes e no Senado. Este fim-de-semana, 12 senadores disseram que vão rejeitar os votos de alguns estados ganhos por Joe Biden, alegando fraude eleitoral.