Última hora
This content is not available in your region

União Europeia equaciona sanções contra Rússia

euronews_icons_loading
União Europeia equaciona sanções contra Rússia
Direitos de autor  AP Photo
Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia planeia avançar com sanções contra a Rússia para pressionar o presidente Vladimir Putin a libertar o líder da oposição Alexei Navalny, e os seus colaboradores e militantes, detidos no sábado em manifestações em varias cidades. A ideia foi transmitida por vários ministros das Relações Externas dos 27, antes de uma reunião em Bruxelas.

Antes de entrar no encontro, o chefe da diplomacia da União Europeia Josep Borrel explica porque o tema Rússia era prioritário.

"Primeiro vamos ter abordar os eventos muito preocupantes na Rússia. Mais de três mil pessoas foram alegadamente detidas. Esta onda de detenções é algo que nos preocupa muito, bem como a tensão sobre o senhor Navalny. Por isso vamos começar as discussões por esse assunto", disse.

Depois de ter sido envenenado com uma substância neurotóxica, que o próprio atribui ao Kremlin, Alexei Navalny foi submetido a um tratamento na Alemanha. No regresso a Moscovo foi de imediato detido por alegadamente ter violado a liberdade condicional de uma condenação por fraude em 2014.