Última hora
This content is not available in your region

Bestaven conquista "sonho de menino" e vence Vendée Globe

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira
euronews_icons_loading
Yannick Bestaven
Yannick Bestaven   -   Direitos de autor  Bernard Le Bars/Alea
Tamanho do texto Aa Aa

Apesar das restrições motivadas pela Covid-19 e sem que o público pudesse marcar presença, a Vendée Globe terminou em clima de festa e o fogo-de-artifício não faltou.

Mesmo se não foi o primeiro a cortar a meta, Yannick Bestaven é o vencedor da edição deste ano da mítica volta ao mundo à vela, em solitário e sem escalas.

Tenho a impressão de estar a viver um sonho, devo estar a halucinar. É estranho, passamos da solidão absoluta a isto... Esta festa, estas luzes, estas pessoas que estão aqui, num contexto complicado.

É uma alegria enorme, ainda não caí bem em mim, mesmo se a regata já acabou. Para mim, foi um sonho de criança que se realizou.
Yannick Bestaven
Vencedor da Vendée Globe 2020/2021

Terceiro a chegar, mas primeiro na classificação final

Bestaven chegou em terceiro ao porto de Les Sables d'Olonne, em França, mas foi sagrado vencedor devido ao bónus de mais de dez horas conseguido por ter ajudado outro velejador em apuros, Kevin Escoffier, no Cabo da Boa Esperança.

Charlie Dalin foi o primeiro a chegar à meta, depois de completar o percurso em 80 dias, seis horas, 15 minutos e 47 segundos, seguido de outro francês, Louis Burton. Foram classificados respetivamente no segundo e terceiro lugar.