Última hora
This content is not available in your region

Entrar nos esgotos para tentar sair da pandemia

De  euronews
euronews_icons_loading
Entrar nos esgotos para tentar sair da pandemia
Direitos de autor  AFPTV
Tamanho do texto Aa Aa

Entrar nos esgotos, para tentar sair da pandemia. Foram recolhidas amostras nas águas residuais do rio Mosela, no nordeste de França - as autoridades procuram obter informações que ajudem a avaliar a presença das diferentes variantes da Covid-19 na região.

A rápida propagação da variante britânica está a alarmar as autoridades locais. O Presidente da Câmara de Dunquerque não esconde a revolta dirigida ao poder central, que, segundo ele, não está a tomar as medidas preventivas adequadas.

Hoje, na região de Dunquerque, cerca de 80% dos casos positivos de Covid-19 são da variante britânica. E, como a variante é altamente contagiosa fez com que o número de casos de Covid explodisse no território de Dunquerque e os nossos hospitais estão agora saturados.
Patrice Vergriete
Presidente da Câmara de Dunquerque

Com base na atual situação epidemiológica na União Europeia e no Espaço Económico Europeu, o Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças deu o alarme. Com o aumento da propagação de variantes mais transmissíveis, são essenciais estratégias de saúde pública imediatas e efetivas para controlar a transmissão do vírus e para salvaguardar os sistemas de saúde.

Enquanto as campanhas de vacinação continuam em toda a Europa, 75% dos casos na Irlanda são da variante britânica. Em Portugal a percentagem de casos desta estirpe chega aos 45% e aos 30% nos Países Baixos.

Também foram registados surtos da variante brasileira assim como da sul-africana - que se mostra menos sensível à vacina desenvolvida pela AstraZeneca.