Última hora
This content is not available in your region

Morre manifestante baleada na cabeça no Myanmar

euronews_icons_loading
Manifestantes empunhando a fotografia de Mya Thwet Thwet Khine, baleada na cabeça
Manifestantes empunhando a fotografia de Mya Thwet Thwet Khine, baleada na cabeça   -   Direitos de autor  Aung-Shine/AP
Tamanho do texto Aa Aa

A jovem manifestante Mya Thwet Thwet Khine, baleada na cabeça quando participava numa manifestação contra a Junta Militar do Myanmar, na semana passada, não resistiu aos ferimentos e faleceu esta sexta-feira no hospital.

É a primeira morte entre os milhares de manifestantes que têm estado nas ruas para contestar o golpe de poder da Junta Militar no dia 1.

De luto, a irmã insiste no reforço dos protestos. "Por favor, juntem-se todos a este protesto para que seja mais bem-sucedido. É tudo o que tenho para dizer", declarou.

O disparo tem sido atribuído à polícia mas as autoridades negam o uso de meios letais na repressão das manifestações e dizem ter aberto uma investigação,

O funeral está marcado para domingo. Os contestatários consideram Mya Thwet Thwet Khine uma heroína. A sua morte pode inflamar mais os protestos, na mesma altura em que cresce a pressão internacional sobre os generais que tomaram conta do poder.