Última hora
This content is not available in your region

Mais de 40 migrantes mortos em naufrágio no Mediterrâneo

De  Euronews
euronews_icons_loading
Mais de 40 migrantes mortos em naufrágio no Mediterrâneo
Direitos de autor  أ ف ب
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de quatro dezenas de migrantes estão dados como desaparecidos e provavelmente mortos, segundo a Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), naquele que é o segundo pior naufrágio no Mediterrâneo desde o início do ano.

As vítimas seguiam numa embarcação pneumática proveniente da Líbia com 120 pessoas a bordo. O naufrágio ocorreu no sábado e 77 pessoas foram resgatadas por um navio mercante.

Carlotta Sami, porta-voz da ACNUR em Itália:"Partiram da Líbia na passada quinta-feira. Tiveram problemas e o barco começou a meter água. Alguns cairam ao mar e seis morreram assim. Duas pessoas atiraram-se depois à água quando viram um navio, na esperança de ser resgatadas, mas acabaram por morrer também. Há 41 desaparecidas e só foi recuperado um corpo. Desapareceram durante a difícil operação de resgate conduzida pelo navio comercial Vos Triton."

Os sobreviventes foram transportados para o porto siciliano de Empedocle.

O Mediterrâneo Central é considerado como uma das rotas migratórias mais mortíferas do mundo e já reclamou pelo menos 160 vidas desde o início do ano, segundo a ONU.