Última hora
This content is not available in your region

Justiça alemã suspende vigilância à AfD

Access to the comments Comentários
De  Teresa Bizarro com Agências
euronews_icons_loading
Justiça alemã suspende vigilância à AfD
Direitos de autor  Michael Probst/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Tribunal alemão suspende vigilância de partido de extrema-direita. Uma decisão temporária, mas que impede, para já, a investigação dos serviços secretos à Alternativa para a Alemanha (AfD).

Para a justiça, a agência alemã de informações não impediu de forma eficiente que a vigilância fosse tornada pública. O tribunal sublinha que a AfD interpôs recurso da investigação por "extremismo" num processo que ainda decorre.

A decisão do tribunal de Colónia foi celebrada como uma vitória pelos membros do AfD.

O porta-voz do partido considerou que Thomas Halden-wang, o presidente do Gabinete Federal para a Protecção da Constituição, "levou com a manobra de esquerda na cara".

Na quarta-feira, soube-se que o Gabinete Federal para a Protecção da Constituição tinha ordenado a vigilância da AfD na sequência de um relatório que dava conta de "alegadas violações do partido contra a ordem básica livre e democrática". Uma notícia que surge a sete meses das eleições para o parlamento alemão.

Em 2017, a AfD foi o terceiro partido mais votado, com 12,6% dos votos. É actualmente o maior dos quatro partidos da oposição, mas as sondagens mostram uma descida nas intenções de voto - que oscilam agora entre os 9% e 11%.