Última hora
This content is not available in your region

Câmara de Lisboa investigada

Access to the comments Comentários
De  Teresa Bizarro com Lusa e RTP
euronews_icons_loading
Câmara de Lisboa investigada
Direitos de autor  RTP
Tamanho do texto Aa Aa

Comissão Proteção de Dados em Portugal abre inquérito à Câmara Municipal de Lisboa. Em causa, a partilha, com autoridades russas, de dados pessoais dos organizadores de uma manifestação na capital portuguesa. A manifestação ocorreu em janeiro, frente à embaixada russa, contra a detenção de Alexei Navalny, opositor de Putin. Os dados em causa foram exigidos na comunicação legal do protesto, mas a partilha não foi autorizada.

Foi Ksenia Ashrafullina, uma das organizadoras da manifestação, que deu pela partilha da informação pessoal na troca de correio eletrónico com o município. "Apercebi-me que o meu e-mail com todos os dados das 3 pessoas foi encaminhado em formato PDF - não simplesmente como um e-mail, mas como um anexo - para dois endereços de e-mail diferentes que me chamaram a atenção e achei muito estranho. Um era o e-mail da embaixada russa em Lisboa e o outro era do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo," explicou a ativista em declarações `a RTP.

"Um lamentável engano"

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa pediu entretanto “desculpas públicas” pela partilha dos dados com as autoridades russas. Fernando Medina considerou que este “erro não podia ter acontecido, em que dados de natureza pessoal foram transmitidos para a embaixada”.

As desculpas do presidente da Câmara de Lisboa não puseram pedra sobre o assunto. Fernando Medina terá de ir ao Parlamento explicar o que aconteceu.

A Embaixada russa escolheu o facebook para reagir. Diz que a polémica é alimentada pelo desejo de atrair atenção por parte dos ativistas através do que diz serem "provocações deploráveis". Na versão portuguesa do texto lê-se ainda que os indivíduos não interessam nem à Embaixada em Lisboa, nem a Moscovo e que a "senhora ativista" que denunciou o caso "pode voltar tranquilamente para casa".

Комментарий для СМИ Обратили внимание на сообщения местных СМИ о якобы имевшей место несанкционированной передаче в...

Posted by Embaixada da Rússia em Portugal on Thursday, June 10, 2021

A manifestação de 25 de janeiro, em Lisboa, ocorreu no mesmo dia que em Moscovo, milhares de pessoas protestaram contra a detenção do maior opositor de Putin à chega a Moscovo depois de meses na Alemanha a recuperar de uma alegada tentativa de envenenamento.