This content is not available in your region

Vaga de calor avança no Canadá e EUA

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Edmonton, Alberta, Canadá
Edmonton, Alberta, Canadá   -   Direitos de autor  JASON FRANSON/AP

A vaga de calor sem precedentes que afeta o Canadá e os Estados Unidos continua a avançar.

No Canadá, a província da Colúmbia Britânica é a região mais afetada.

As autoridades já estão analisar se as quase 500 mortes súbitas verificadas nos últimos dias estão relacionadas com as temperaturas extremas que se fizeram sentir na região.

Imagens da rede de satélites Copernicus da União Europeia mostra várias manchas de calor, principalmente ao lado da costa ocidental.

"Pode acontecer em qualquer parte do mundo. Na Europa Ocidental tivémos uma vaga de calor forte que bateu recordes em 2019. O que está a acontecer no Canadá e Estados Unidos pode acontecer em qualquer lado. Também aconteceu na Sibéria", adianta o especialista climático Robert Vautard, igualmente diretor do Instituto Pierre-Simon Laplace, em França.

Na semana passada em Moscovo os termómetros alcançaram os 34, 8 graus centígrados, o valor mais elevado registado em junho nos últimos 120 anos.