This content is not available in your region

Ever Given deixou o Canal do Suez após 100 dias de negociações

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Ever Given deixou o Canal do Suez após 100 dias de negociações
Direitos de autor  AP / Mohamed Elshahed (Archivo)

O porta contentores gigante que bloqueou o Canal de Suez em março - perturbando o comércio global - deixou finalmente aquela via navegável.

O Egito, os proprietários e as seguradoras chegaram ao acordo de compensação após 100 dias de bloqueio.

O Ever Given zarpou pouco depois das 11h30m - horas local - dirigindo-se para norte em direção ao Mediterrâneo escoltado por rebocadores.

Os termos do acordo não foram divulgados, mas o Egito tinha exigido 550 milhões de dólares - mais de 466 milhões de euros de compensações.

Em março, o Ever Given, de 400 metros de comprimento, atravessou-se no canal, empurrado por ventos fortes, tornando impossível a navegação. Foram precisos vários dias para o fazer voltar a flutuar, para desespero das centenas de barcos que esperavam para atravessar o canal.

O Canal do Suez liga o Mar Mediterrâneo e o Mar Vermelho, proporcionando a ligação marítima mais curta entre a Ásia e a Europa.

De acordo com os cálculos das seguradoras, o incidente provocou perdas de mais de 8,5 mil milhões de euros por dia ao comércio mundial.