EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Polónia acolhe atleta bielorrussa afastada dos JO

Polónia acolhe atleta bielorrussa afastada dos JO
Direitos de autor -/AFP
Direitos de autor -/AFP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Polónia confirmou o início do processo de concessão de asilo a Kryscina Tsimanouskaya, bielorrussa que recusou um regresso "forçado" ao país natal depois de ter criticado os treinadores em Tóquio, onde se encontrava para participar nos Jogos Olímpicos.

PUBLICIDADE

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Polónia confirmou o início do processo de concessão de asilo a Kryscina Tsimanouskaya, bielorrussa que recusou um regresso "forçado" ao país natal depois de ter criticado os treinadores em Tóquio, onde se encontrava para participar nos Jogos Olímpicos.

"Na quarta-feira, ela vai viajar para Varsóvia. Já comprámos o bilhete para Varsóvia e dentro de dois dias ela estará lá", afirmou Alexander Opeikin da Fundação de Solidariedade para o Desporto da Bielorrússia.

A atleta terá sido obrigada a suspender a participação nos Jogos Olímpicos e levada para o aeroporto de Haneda, em Tóquio, por representantes do Comité Olímpico da Bielorrússia, mas recusou-se a embarcar.

"Peço ajuda ao Comité Olímpico Internacional (COI). Estou sob pressão e eles estão a tentar tirar-me do país sem o meu consentimento. Então, peço ao COI que intervenha", disse Kristsina Timanovskaya, atleta olímpica da Bielorrússia.

A atleta deveria ter participado esta segunda-feira na prova de 100 metros, mas disse ter sido inscrita noutra prova para substituir um atleta que não terá realizado o número suficiente de controlos antidoping.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Primeiro-ministro polaco promete reforçar a segurança na fronteira com a Bielorrússia

Escassez de mísseis de defesa aérea limita a capacidade da Ucrânia

Repórteres sem Fronteiras lançam satélite para chegar aos territórios de língua russa