EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Euronews revela interior de prisão talibã

Euronews revela interior de prisão talibã
Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Anelise Borges
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Reportagem exclusiva numa prisão de alta segurança em Cabul

PUBLICIDADE

A prisão de Pul-e Charkhi é uma instalação de alta segurança na periferia de Cabul. Foi utilizada pelos Estados Unidos durante a presença no Afeganistão. O complexo era conhecido como "Guantánamo". Agora, os talibãs são os guardas. A maioria das celas está vazia e para o grupo jihadista o lugar lembra “a humilhação e a injustiça que sofreram no passado”.

Falam em celas superlotadas e usam a palavra repugnante para descrever como os prisioneiros costumavam ser mantidos. Dizem que agora há cerca de 60 prisioneiros neste complexo. E que estão a ser tratados de forma justa.

Sharafatullah Hozaifa é o diretor da prisão. Pertence aos talibãs desde o início, acaba de ser nomeado para as novas funções e repete a mensagem que o grupo jihadista tem vindo a transmitir: tudo está perdoado e está na hora de um novo capítulo.

Mas os prisioneiros contam uma história diferente. A Euronews teve autorização para falar com um habitante de Cabul de 22 anos, através de uma porta de metal.

Mohammed diz que é inocente e que quer voltar a estar com a família. “Cada dia aqui é como um ano”, lamenta.

A família de Mohammed provavelmente não sabe onde ele está. E os guardas talibãs não disseram por quanto tempo o iriam manter na prisão. Falam de um “novo e justo Afeganistão”, onde todos são tratados de forma justa.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Aumenta pressão diplomática sobre Cabul

"Reforma" talibã faz temer regresso ao passado no Afeganistão

Talibãs mudam imagem do Afeganistão