EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Remodelação no governo britânico

Remodelação no governo britânico
Direitos de autor Alberto Pezzali/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Alberto Pezzali/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
De  Tadhg Enright
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Saem os ministros menos populares numa manobra política que prepara a segunda fase do mandato de Boris Johnson

PUBLICIDADE

O mandato ainda não vai a meio, mas a **remodelação governamental britânica **anunciada esta quarta-feira é já considerada uma verdadeira chicotada psicológica. Boris Johnsondemitiu os quatro ministros menos populares do executivo. No total, oito das 19 pastas do governo mudam de mãos.

No final de uma tarde intensa em Downing Street, Boris Johnson deu a remodelação por concluída num tweet. Garante que este gabinete vai trabalhar para "unir e equilibrar" o país.

As capitais europeias têm agora um novo ministro dos Negócios Estrangeiros com quem lidar aqui em Londres: Liz Truss, que esteve a negociar os novos acordos comerciais pós-Brexit. É a primeira mulher do Partido Conservador a chefiar a diplomacia do reino Unido. Dominic Raab mantém-se no governo mas passa para a tutela da Justiça. 

A relação com a Europa continuará a ser definida por David Frost - o homem que negociou a fase final dos acordos do Brexit e foi recompensado com um lugar na mesa do gabinete de Boris Johnson para continuar essas negociações.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Afinal, Nigel Farage vai concorrer às eleições no Reino Unido

Unionistas terminam bloqueio: parlamento da Irlanda do Norte pode retomar atividade no fim de semana

Batalha legal contra as "prisões" temporárias de requerentes de asilo em Inglaterra