Última hora
This content is not available in your region

Itália administra 3ª dose da vacina da Covid-19

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Itália administra 3ª dose da vacina da Covid-19
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

A Itália começou, esta segunda-feira, a administrar, em todo o território, a terceira dose da vacina contra a Covid-19. O primeiro grupo a ser inoculado inclui imunodeprimidos, tais como doentes com cancro e transplantados que, de acordo com o Governo engloba três milhões de pessoas em todo o país.

De seguida, serão inoculados os idosos com mais de 80 anos e os trabalhadores de lares e do setor da saúde. A terceira ronda, incluirá todos os italianos com mais de 50 anos.

Em França, o ministro da Saúde, Olivier Véran, anunciou que o Governo está a preparar uma lei que prolonga, para além de 15 de novembro, a obrigatoriedade de apresentar o passe sanitário. O documento deve ser discutido pelo Conselho de Ministros gaulês a 13 de outubro.

A vacina contra o novo coronavírus é segura para crianças com mais de cinco anos. Quem o garante é a Pfizer e a BioNTech. De acordo com as farmacêuticas, os resultados dos ensaios clínicos mostram que a vacina contra a Covid-19 é segura e produz uma resposta imunitária robusta em crianças entre os cinco e os onze anos. As duas empresas anunciaram que vão pedir, em breve, a aprovação dos reguladores de todo o mundo.