Última hora
This content is not available in your region

Trudeau vence sem maioria

Access to the comments Comentários
De  Rodrigo Barbosa com AFP
euronews_icons_loading
Trudeau vence sem maioria
Direitos de autor  ANDREJ IVANOV/AFP or licensors
Tamanho do texto Aa Aa

Meia vitória para o primeiro-ministro canadiano, que garante a reeleição mas não obtém a maioria parlamentar e será obrigado a formar novamente um governo minoritário.

Segundo os resultados preliminares, o partido liberal de Justin Trudeau elege 158 deputados, abaixo do limiar fatídico dos 170 assentos que lhe permitiriam governar confortavelmente.

Ainda assim, Trudeau diz ter obtido "um mandato claro para guiar o Canadá através da pandemia, em direção a dias melhores" e garante que é "exatamente isso" que está "pronto" para fazer.

A oposição conservadora discorda e lembra que o primeiro-ministro falhou no objetivo de conquistar a maioria parlamentar, razão que o tinha levado a convocar eleições antecipadas, depois de dois anos à frente de um executivo minoritário.

O líder conservador Erin O'Toole frisou que "há cinco semanas, Trudeau pedia uma maioria, afirmando que não era possível trabalhar com um parlamento minoritário" e agora "os canadianos não lhe deram o mandato maioritário que queria".

Num país onde as coligações não fazem parte da cultura política, Trudeau deverá negociar o apoio de uma ou várias formações mais pequenas para poder governar de forma minoritária e o Novo Partido Democrático, de esquerda, é o aliado mais provável.