EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Proclamação da República em Barbados

Proclamação da República em Barbados
Direitos de autor AP Video
Direitos de autor AP Video
De  Patricia Tavares
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A ilha corta laços com a Rainha Isabel II, 4 séculos depois da colonização britânica e dá vivas à República.

PUBLICIDADE

Barbados é a mais recente república do mundo. Sandra Prunella Mason foi eleita em outubro e vai agora presidir os destinos desta nação voltada para o mar das Caraíbas. A nação está em celebrações. A governadora-geral Sandra Mason tomou posse como a primeira presidente da república e disse estar na altura “de deixar o passado colonial para trás”.

A bandeira de Barbados substituiu a do Reino Unido e um dos primeiros atos da nova presidência foi declarar a artista Rihanna, natural de Barbados, como heroína nacional. A ilha corta os laços imperiais finais com o Reino Unido e a Rainha Isabel II deixa de ser chefe de estado da ex-colónia britânica. Perdeu toda a soberania sobre a ilha, mas o Príncipe Carlos ainda marcou presença para saudar os habitantes de Barbados. O país, com 300 mil habitantes, já era independente do Reino Unido desde 1966, mas demorou muito tempo a organizar a transição da monarquia para o domínio republicano. Esteve sujeito à coroa britânica durante 4 séculos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Primeiro-ministro britânico responde às acusações das apostas sobre a data das eleições

Rei Carlos III volta aos compromissos públicos na próxima semana

Cavalos militares correm à solta em Londres e ferem quatro pessoas